08 setembro 2014

Sexo, as negas e o show de horrores da TV brasileira.



  Hoje eu iria postar uma resenha, porém decidir mudar o tema da postagem quando vi essa postagem no facebook do grupo Quilombo Raça e Classe - SP .Como, se você clicou no link, pode ver, ela fala sobre o novo seriado da Globo: Sexo e as Nega. A algum tempo que eu venho pensando sobre isso e inspirada por esse belíssimo texto, pensei que fosse a hora de expressar minha opinião. Peço que tenham paciência de ler até o final do texto. Tentei resumir as ideias, mas é um assunto que realmente nos faz pensar e debater sobre o ele. Gostaria que, caso se interessassem, fizessem postagens sobre o assunto em seus blogs e redes sociais para mostrar a indústria de entretenimento que não somos alienados e não deixamos eles enfiarem tudo o que querem goela abaixo.


  Bem, a alguns meses eu parei de assistir TV. Completamente, não assisto nem mesmo a jornais. Por que? Bem, simplesmente me cansei de tanta hipocrisia e tentativa de me alienar. Mas eu não estou aqui para pregar aversão a TV ou tentar converte-los a minha ideologia e sim para falar sobre a grande hipocrisia da TV brasileira.
  Todo mundo sabe que as emissoras de TV estão sempre fazendo campanhas contra o racismo, o bulliyng, a homofobia e todo o tipo de preconceito. Mas uma coisa que muita gente não vê e fica mascarada por o que eles chamam de humor é que as redes de TV fazem exatamente o contrario do que eles pregam.
  Eu sou morena e me sinto extremamente ofendida por esse novo seriado da Globo. Começando pelo título, passando pela sinopse ao enredo e ,como eu não vou ver essa porcaria nem se me pagarem, sabe-se lá mais o que. A série tem como objetivo parodiar a série estadunidense "Sex and the city", mas como o brasileiro tem o costume de estragar tudo que põe a mão, saiu essa merda de "Sexo e as negas". Desculpe o palavreado, mas isso realmente me revoltou. Ninguém percebe que isso é uma clara agressão as mulheres? Não é ousado, não é inovador, é ridículo.

Uma obra para colocar a mulher negra em seu devido lugar.
  O seriado trata da vida de quatro negras trabalhadoras em empregos como camareira, operária, costureira e cozinheira. Todas moram numa comunidade do Rio de Janeiro e mesmo com a situação difícil que vivem e a pobreza elas fazem de tudo para encontrar um parceiro sexual. Simplesmente uma obra racista cheia de estereótipos.
  Historicamente as mulheres negras ocupam cargos menores e recebem salários menores que os homens e mulheres brancas. Como se não bastasse a situação dessas mulheres na sociedade, ainda vem a TV diminui-las mais ainda. As mulheres negras (e negros no geral) são tratadas ou como objetos sexuais ou empregadas sem valor. Não são levadas a sério e nunca possuem um papel com peso real nessas obras. Estão sempre ocupando cargos de empregadas, pessoas pobres, pessoas humilhadas ou personagens cômicos que não merecem o menor credito. Ninguém percebe que isso é o cumulo do racismo e machismo. Ninguém faz uma série sobre um bando de homens brancos que não tem onde cair morto correndo desesperadamente atrás de gente pra transar. Desculpe o palavreado, mas essa é a verdade. Isso seria ofensivo, não seria? Mas mulheres negras fazendo isso é normal? Me admira que ainda existam pessoas, que tem tanta vontade de ser famoso, a ponto de se prestar a um papel desses.


  Eu não vejo TV, como já disse, então não estou tão atualizada nos programas, mas principalmente a Rede Globo só reforça estereótipos como o de negras são empregas, negros são um bando de pobres favelados, os gays são um bando de descontrolados, os ricos são melhores, os pobres são um bando de sem futuro. Eles mascararam o preconceito e o banalizaram de tal forma que as pessoas pensam que isso é normal. Não gente, isso não é normal! Você não se sente incomodado atoa. Com as palavras do texto que citei acima: "E a Rede Globo só reforça esse estereótipo, quando mostra mulheres negras como aquelas que não falam ou quando falam não se deve levar a sério pois são cômicas. Se alguém tem dúvida disso, basta ver o show de horrores que é o Zorra Total, que consegue em um único programa juntar racismo, machismo, homofobia, transfobia e elitismo."


  E não é só a Globo. Temos a Band com o seu ridículo Pânico na TV, que deveríamos realmente entrar em pânico com o machismo e o modo que tratam as mulheres como objeto. A Record e sua obsessão em explorar anões como se tivessem voltado no tempo e olhando uma atração do circo dos horrores. Reality shows que exploram desesperados pela fama. É um absurdo atrás do outro.
  Escrevo esse texto para demonstrar minha indignação com os meios ditos de entretenimento. A TV está digna de se jogar no lixo. Não somos pedaços de carne padronizados que as emissoras de TV podem humilhar. Não somos esteriótipos. Abram os olhos e percebam o absurdo que esta entrando na casa de vocês todos os dias e reajam. Falem sobre isso para eles verem que a nossa geração não se tornou um bando de alienados que aceita tudo de cabeça baixa. 

30 comentários:

  1. Eu concordo plenamente com o que você diz. Qual o problema das pessoas? Reclamam de educação mas não tentam aprender e ainda julgam aqueles que querem ensinar. O planeta vai pro fundo do buraco por que ninguém mais se importa em escutar aqueles que querem ajuda-lo. A sociedade está sendo completamente manipulada. Julgam quem está certo e apoiam que está errado. O ser humano mesmo se destrói, se ofende, se humilha. Eu apoio está frase:
    "O seres humanos acham que são superiores porque tem a capacidade de pensar, mas na realidade os animais são superiores, pois mesmo sem essa capacidade demonstram que são melhores do que nós ".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. A sociedade está se tornando alienada a tudo e tratando o que é importante como banalidade e dando muita importancia ao que deveria ser banal. A sociedade tem de fazer alguma coisa rápido ou senão, como você disse, vai acabar indo pro buraco.

      Excluir
  2. Eu concordo com você, mas as redes de tv só fazem isso porque é esse tipo de coisa que a população ver, pois é isso que da audiência.
    Seas pessoas mudasse a sua forma de ver as coisas te garanto que as redes de tv não iria criar serie desse tipos, pois isso não ia da audiência. Aqui em Portugal também é assim, não tv você ver poucas mulheres e homens negros e quando aparecem em alguma novela são pobres, e tem algum tipo de papel cómico, mas isso aqui é natural, pois eles são pessoas muito racistas e preconceituosas. Eu já sofri preconceito aqui pelo simples fato de ser brasileira, já ouvi comentários maldosos por eu ser muito mais branca que eles, e por eu estar a estudar em fez de estar a me prostituir.
    Com carinho, Hina || Aishiteru em Contos ||

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sociedade atual está complicada. Todos só querem saber de julgar. Dizem que esse é o século da liberdade, que é a época que podemos ser nos mesmo, mas eles estão querendo que sejamos quem querem que sejamos. Ainda ah muito preconceito e a questão forte do estereótipo. Triste

      Excluir
  3. Concordo! Eu ainda assisto TV, mas é bem pouco, eu prefiro a TV a cabo, onde eu não preciso ver a chamada de seriados, ou seja lá o que é, como este. Eu não suporto este tipo de coisa, eu sou branca mas eu sei que não é legal fazer esse tipo.de coisa com ninguém.

    Beijos :*
    www.aprendizes-da-lua.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também prefiro a TV a cabo, pois você tem mais liberdade de escolha e não tem coisas impostas a você. Exato, não é questão de cor e sim de conciencia

      Excluir
  4. Concordo com você, eles querem gerar dinheiro, não se importam se estão ofendendo ou humilhando alguém, e acham que tudo se resolve em um criança esperança (que aliás, é outra falsidade da globo).
    A mídia em geral é um empresa, e eles tem que vender seu produto, e o pior é que a maioria das pessoas não percebem a forma como eles estão representando negros, homosexuais, "pobres"... Digo isso porque por muito tempo também não percebia, e é daí que vem os conceitos impostos na sociedade, a mídia nos diz que negros são sem valor, que gayz são um bando de descontrolados... Mas infelizmente, é isso que 'da audiência, afinal se não desse, eles não fariam algo do tipo.

    Você pediu para as pessoas também falarem disso em seus blogs, e acho que vou falar no meu, kissus.

    http://winterofme.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eles só pensam em dinheiro. Dão milhões pra um cara tem dinheiro emagrecer, outros milhões pra um bando de burgueses ficarem atoa por 3 meses e depois vem pedir dinheiro pra Criança Esperança. Eles mascaram com "humor" e as pessoas parecem que ficaram cegas e não veem isso. Obrigada por atender meu pedido. Acho que se a gente falar disso e eles perceberem que estamos atentos a esse tipo de coisa, as coisas podem mudar

      Excluir
  5. Gente, isso cansa.Definitivamente,eu não assisto mais a globo,pregando uns estereótipos ''perfeitos" e esculachando outros.Nem dá pra acreditar nessa série.Se você é negra,eles dizem que é funkeira,etc.Mas ser pu** não dá né ?Melhor eu escrever sobre isso,ou mudar pra Noruega.Um beijo
    northern-drops.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cansa mesmo. kkkkkkk o jeito ta meio esse mesmo. Viver no Brasil está complicado, mas acho que se a gente começar a nos manisfestar as coisas mudar. O problema é que todo mundo deixa como está, ai fica dificil

      Excluir
  6. Concordo com tudo, agora eu só assisto TV por assinatura, que na minha opinião, não tenta alienar ninguém. Também estou super desinformada do que acontece no mundo porque não vejo mais um jornal, e sobre as eleições, ainda bem que não voto, porque o único candidato que conheço é a Dilma e a Marina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não tenho TV por assinatura, mas gostaria de ter.Tem mais variedade para podermos escolher o que queremos assistir. Eu estou acompanhando por jornais (os de papel mesmo), internet e conversando com as pessoas mesmo. É o primeiro ano que vou votar, então estou tentando fazer a coisa certa

      Excluir
  7. Oi Nami! =3

    Também não assisto muito o TV. Mas não fiquei sabendo que tinha seriado dessa, isso realmente quebrou a cara. Ainda bem que não sabia disso, mas isso é um seriado totalmente ridículo -.- Quem vai assistir essa Mer%d@ de "obra".

    É lamentável por preconceitos, pior de tudo, isso existe em todos os lugares.

    Eu quero que este mundo fosse sem preconceito, aqueles que nem liga para raças diferentes. Mas ta complicado.

    Nami, o que faz te sentir melhor é que, tenha orgulho de ter nascido do jeito que você está agora, pois quem cuida da sua vida é você e não essas babacas que não sabem observar de uma forma ampla o que é natural neste mundo.

    Kiss! o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vey o pior é que tem gente que assiste. Ignoram tudo e só pensa que "pode ser divertido". Eu também adoraria viver nesse mundo e acho que ainda posso viver, mas temos que lutar bastante e mostrar pra eles que não vamos abaixar cabeça pra ninguém não.
      Obrigada.

      Excluir
  8. Eu fiquei completamente desnorteada agora para achar um comentário a altura da sua postagem. Simplesmente falou tudo. Eu e a minha amiga já chegamos num debate desses durante a aula (ela é feminista hardcore, e prega de toda maneira) e diz que eu quero espalhar o esteriótipo de mulher perfeita pelo mundo só porq quero ser jornalista de moda, o que não é bem verdade... Eu apoio um corpo saudável, uma dieta balanceada, roupas confortáveis de usar e de ver, entre outros. Mas tudo ficou distorcido com essa mania de procurar ''alienação'' em todos lugar (não é o seu caso, concordo com basicamente tudo que foi dito e sobre a objetificação e esteriotipo divulgado pela globo). Acho que saúde é sinônimo de beleza.

    Desculpa a história pessoal, foi a unica coisa que eu pensei que se encaixaria no assunto em questão de minha opinião pessoal.

    Blog Soqnunca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico lisonjeada. O que eu quero dizer no texto é que temos que saber filtrar o que vemos. Hoje tudo é banalizada e isso tambem acontece com a alienação. As pessoas tentam dizer que estamos seguindo modinhas ou algo do tipo, mas não é isso. Se formos analisar a coisa está realmente preocupante. Também acho que não tem nada errado com a moda, o errado é as pessoas se matarem para ser tornar igual a tal pessoa.

      Excluir
  9. Eu não vi nada de errado no programa, e parece que será bem divertido! Antes de julgarmos temos que assistir né? Já que o seriado nem estreou. O seriado poderia se chamar "Sexo e a comunidade", para ser ainda mais paródia. Acho que essa coisa de alienação não existe, a pessoa tem que ter sua opinião formada sem precisar do que a televisão passa, mas sim assistir para ficar bem informado! Não assistir jornais só deixará a pessoa menos inteligente, porque as notícias da internet não são confiáveis e ainda tem uma opinião ignorante. Até mesmo esses jornais de emissoras pequenas como Record ou SBT, que ocupam a grade inteira com poucas notícias e sempre de grande violência. São coisas que não precisamos saber. Eu acho que os negros não deveriam se submeter a fazer papéis sobre racismo, que fica até chato. Sempre que vão falar sobre negros, querem falar sobre racismo e é chato isso, eu não gostaria de interpretar um papel no qual sou julgado pela cor, mesmo sendo atuação. Discordo um pouco de sua opinião, mas enfim, opinião são diferentes né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você acha que apresentar mulheres negras sempre como pobres, pedaços de carne louca por sexo é normal então creio que você já é a prova da alienação. Acho que você não sabe o que direito o que é alienação pra achar que ela não existe. Ela é uma estratégia para fazer com que o povo pare de pensar por si próprio e ache que como as coisas estão são normais. Através da repetição de ideias governos conseguem fazer isso. Os jornais da TV tem tanta credibilidade quanto os grandes sites de noticias. Ou realmente você acha que só a internet é manipulada? Meu QI não diminui em nada, na verdade só aumentou porque não perco mais meu tempo com programas inúteis. E ainda tem o sensacionalismo dos jornais que exploram o sofrimento dos outros pra ganhar audiência. Balanço Geral,Cidade Alerta e programas do tipo repetem varias e varias vezes detalhes do crime sangrento antes de contar o fim da história. Não acho que isso seja normal. E quanto aos negros, realmente não deveriam aceitar esse tipo de papel, mas os atores negros tem muitas poucas chances e por isso se agarram a qualquer uma que aparecer. É sempre bom ver opiniões contrarias para poder pensar mais.

      Excluir
  10. Concordo com tudo! A Globo, Record... tudo isso tenta impor algo para você. Por exemplo, agora, nas eleições, ele vão impor para vocês votarem na Marina, tenho absoluta certeza. Repito: concordo com tudo. Quer saber minha opinião? Leia o seu próprio debate, ahduhadhadhaudhauhdada.

    E a Globo realmente só faz merda...

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. A questão é que as pessoas pararam de pensar e acabam mordendo a isca deles. Obrigada pelo elogio.

      Excluir
  11. Nami, faça das suas palavras as minhas. Todos os dias somos bombardeados com essa grande mistura de preconceitos que é a televisão brasileira. E as pessoas acham engraçado. Claro, super engraçado retratar as mulheres como meros objetos, negros e pobres como seres sem importancia e qualquer outra "minoria" de forma ofensiva e preconceituosa. Não vejo graça nas humilhações submetidas nas redes de televisão. Você falou das novelas da Globo, dessa porcaria que é o Pânico na Band e desses programas com anões da Record. Não para por aí. Eles nos indusem todo o tempo, com mensagens subliminares e sabe se lá mais oque. Um show de horrores!

    primavara-soare.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente a TV brasileira tem de passar por uma mudança de valores. Eu vejo as pessoas rindo desses programas e não consigo ver onde eles acham graça. Eu apenas vejo preconceito sobre preconceito. E não para por ai mesmo, eu citei os que lembrei e que tive a infelicidade de ver, creio que tem muito mais por ai.

      Excluir
  12. Oiii, tudo bem com você?
    Então, concordo contigo. É preconceito aqui, ali e acolá. São programas/séries que querem transformar seus pensamentos iguais os deles, modificam totalmente as coisas e as transformam em merdas. É muita hipocrisia. Por exemplo, a record, o dono é pastor ~acredito eu~ e passa um programa como a fazenda, uma nojeira daquela, porque sinceramente, a fazenda e BBB são verdadeiras porcarias, ma coisa totalmente nojenta. Antigamente a televisão era algo que dava mais prazer de assistir, não tinha metade da merda que tem hoje em dia. Eu assisto tv, não vou mentir, mas assisto os filmes, séries da madrugada, e as vezes jornal e quando não tá passando jornal deixo eu alguma novela só por deixar, mas que verdade seja dita, até as novelas de hoje em dia são um lixo, lembro que as de antigamente eram mais respeitosas, eram novelas para se ver em família, boa parte dessas de hoje em dia, tem que tirar as crianças da frente da tv. Outra coisa também é esse lance das crianças na tv, eu fico horrorizada com o que vejo, gurias com 10 anos, as vezes mais novas, tudo maquiada, cheia de cordão, pulseira, cabelo de chapinha, com roupinha apertada, meu Deus, e ainda aquela porcaria de chiquititas, acredito que boa parte daquelas gurias nem mijaram molho de tomate ainda mas é tudo falando de namorado, Santo Trono, é muita baboseira. Beijos.
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo sim.
      Eles tentam mascaram o preconceito e parece que conseguem com a maioria. Os reality shows no Brasil são uma vergonha. Só exploram a vulgaridade para tentar atrair audiência. Eu assisto as coisas mais pela internet ou em DVDs mesmo. Você citou as novelas e é verdade. Antigamente eu até acompanhava por alto uma ou outra e via com minha mãe as vezes, mas hoje eu vi alguns capitulos da novelas das nove que nao me lembro o nome e deu até vergonha de ver aquelas cenas vulgares. E as crianças de hoje querem imitar esses mini adultos da TV. Estão começando a estragar desde cedo.

      Excluir
  13. Ora, eu não podia concordar mais. Corrigindo, eu e as pessoas da minha família com quem moro. A única coisa que nós vemos na televisão, aqui em Portugal, é um programa de dança com profissionais, eu nem vejo sempre, a minha irmã e a minha mãe sim. Mas nunca vimos coisas como reality shows ou novelas. Aliás, quando eu era pequena, a minha mãe proibia-me de ver novelas, não que eu tivesse grande vontade, mas sentia alguma curiosidade porque as minhas amigas viam, e a minha mãe insistia que aquilo só passava porcarias, ilusões, estereótipos, mensagens ridículas... Ainda bem que nunca vi, e agora detesto-as. A esse tipo de programas, mais ainda. Ainda bem que não são tão populares aqui em Portugal. Calha bem estar a comentar isto agora, a minha mãe acabou de ler no computador algo que tem mesmo a ver com o post, até parece coincidência! "5000 candidaturas para a universidade, 5200 candidaturas para a casa dos segredos". Não sei se aí existe a casa dos segredos, é também um desses programas por pessoas desesperadas por fama. O pior é que a televisão influencia imenso as crianças e os jovens - como é que o país vai mudar para melhor se cada vez vêm coisas piores? Cada vez me orgulho mais de ter crescido agarrada aos livros, e não à TV. E é ótimo encontrar pessoas que compartilhem dessa opinião.

    Tenho a sensação de que me esqueci de dizer algo, mas enfim, você entendeu a ideia, ótimo post :) Já agora, já a coloquei na afiliação, muito obrigada por aceitar ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que ainda tem gente com consciência por ai. As novelas sempre foram um pouco ruim, mas tem digo que as que sua mãe proibia eram desenho pra criança comparadas as de hoje. Só sabem falar de sexo hoje em dia e até as crianças estão só pensando em coisas como namorados nas novelas de hoje.
      Esses programas são tão ridiculos, exploram os seres humanos expondo-os ao ridiculo e eles aceitam esse tipo de coisa.
      Aqui não tem esse programa, pelo menos não que eu saiba.
      A TV tenta alienar as pessoas desde cedo, um exemplo disso é aquela nova Chiquititas que as meninas só falam de namorado. Gente, elas (como disse a Jéss do comentário acima) nem mijaram molho de tomate e já estão pensando nesse tipo de coisa.
      Eu também me orgulho cada vez mais por ser uma nerd rato de biblioteca.
      Ah é tenho de te colocar ali na lado. Obrigada por lembrar e mais uma vez é uma honra te ter como afiliada

      Excluir
  14. Sem nenhuma sombra de dúvidas, concordo com você.
    Não sou de fica perdendo meu tempo vendo essas porcarias nos canais abertos (Globo, Bande...) As vezes estou na escola e falam de alguma novela, ai me perguntam: "O que você achou do capítulo de ontem?"
    Eu falo: "Não assisto novela!!" Eles ficam tipo: De que planeta você é?
    Do planeta que ainda tem consciência!
    Cara, não sou marionete de ninguém pra ver tudo que colocam.
    Ê cada porcaria, que fico pensando onde isso vai da...
    Mas emfim, argumentou bem sua opinião ")

    Bjs,
    Palavras Antigas · PLA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também causo essa estranheza. Eu nunca consegui acompanhar novelas e isso é desde pequena. Eu até já tentei, mas eu nao consigo mesmo. Se me permite, vou usar a sua brilhante resposta da proxima vez que for questionada. Eu também só fico me perguntando onde o ser humano vai chegar. Obrigada, fico feliz em ver que estou melhorando na escrita.

      Excluir
  15. Também concordo com você! Há pouco tempo atrás, estavamos estudando na minha escola coisas sobre esse tema. Principalmente canais abertos querem que você faça o que eles querem... querem que você acredite nas porcarias que colocam, querem fazer você seguir uma regra sem você mesma perceber... É uma coisa estranha... é ridiculo...

    ~ Beijos ♥ ~ | Tentando Esquecer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal esse tema está sendo debatido nas escolas. É realmente ridiculo

      Excluir